E-Consulters Web - Hospedagem Premium

Search Results For : Temporada 2020

Fabuloso parabeniza Brenner, autor do “presente” de aniversário corinthiano!

Luís Fabiano não faz mais parte do elenco do São Paulo, mas ainda está presente quando o assunto é o rival Corinthians. Principal carrasco do alvinegro com treze gols marcados contra o rival, sendo pelo São Paulo, um pela Ponte Preta e dois pelo Vasco, o matador foi acionado após mais uma vitória do clube que o projetou na carreira.

 

Contente pelo resultado, o criador dos gols “parado na esquina” e “Usain Bolt” em cima do adversário mandou um recado para Brenner, autor do presente de aniversário de cento e dez anos do Corinthians, no último domingo no Morumbi: “Continue fazendo gols no Corinthians, mas não só no Corinthians, tá? Mas continue fazendo gols no Corinthians porque isso é importante para nós (risos). E se ele quiser eu mando meu DVD para ele. Ô, Brenner, vou mandar meu DVD para você” disse ele ao Globoesporte.com

 

De fato Brenner já pode ser considerado o amuleto Tricolor diante do rival. Dos sete gols marcados em sua ainda curta carreira como profissional, três deles foram contra o Corinthians. Carrasquinho é que chama, né?

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Diego Costa leva até soco mas não se intimidou na sua estreia em clássicos!

O zagueiro Diego Costa foi um dos grandes personagens do último clássico entre São Paulo e Corinthians, vencido pelo Tricolor neste domingo passado. Provado até o limite, o jovem mostrou personalidade e venceu o duelo particular com Jô.

 

Para se sair vitorioso, o jovem enfrentou provas durante a partida, como intimidação e até um “suposto soco” do seu adversário, flagrado pelo Globoesporte.com em um vídeo. Alçado a titular por Fernando Diniz, Diego Costa era volante nas categorias de base mas vinha treinando na zaga desde a subida para a Barra Funda. Já havia enfrentado clássicos nas divisões inferiores mas nunca como profissional.

 

Sabemos que nesta idade, os jogadores podem oscilar bastante mas é certo que o jovem passou muito bem pela sua primeira provação num jogo grande e diante de um experiente atacante. Somente uma atuação de envergadura e personalidade faria o boa praça Jô ficar pistola daquele jeito. Diego ganhou todas as bolas de cabeça e no chão, mesmo sendo mais baixo que seu oponente.

 

Bela e promissora estreia!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

OPINIÃO São Paulo 2×1 Corinthians

Vitória suada e construída no Morumbi, Quase no apagar das luzes, Brenner, o carrasco do alvinegro, deu a segunda vitória em clássicos ao Tricolor na temporada. Como já dizia a sabedoria popular: no Morumbi, o bicho pega!

 

Podem me criticar e podem me xingar, mas a vitória e principalmente a evolução da equipe tem um nome: Fernando Diniz. Ainda vejo defeitos na proposta Tricolor mas só tenho elogios ao técnico que saiu do buraco, teve coragem de mudar uma zaga sólida e conquistou resultados que nem mais o crítico torcedor imaginaria. Calma, não é “Dinizismo” e sim um fato.

 

Com exceção de Volpi, o time todo foi bem, Menções nobres para Hernanes, que marcou um gol de raiva em cima de Cássio, o são-paulino desde criança Luciano, o ótimo Diego, que enfrentou Jô e foi vitorioso e, claro, Brenner. O garoto meteu mais um em cima do seu rival de estimação. Falta sequência e estabilidade, mas neste domingo sobrou oportunismo.

 

Vitória para dar tranquilidade e sequência para a equipe melhorar o que precisa melhorar. Neste domingo venceu quem se propôs a construir o jogo. Com a estrela de Hernanes, Brenner e, principalmente, Fernando Diniz.

 

Nota dos personagens em campo:

Thiago Volpi – Poderia per defendido a gola do gol alvinegro. Nota: 5,0

Igor Vinícius – Ótima partida, com desarmes, bons passes e intensidade. Nota: 8,0

Diego Costa – Monstro e nada de fairplay. Não afinou para Jô. Nota: 9,5

Léo – Discreto e excelente até então. Pelé da zaga! Nota: 9,0

Liziero – Sem aquela raça mas bem tecnicamente. Aprovou na esquerda Nota: 7,5

Tchê Tchê – Bom trabalho. Só o certão poderia ser evitado. Nota: 7,5

Hernanes – Sai o Good Crazy, entra o Profeta. Liderança e gol de raiva. Nota: DEZ!

Gabriel Sara – Muito burocrático, falta cancha ainda. Nota: 5,5

Luciano – Hoje não teve gol, mas teve muito espírito de luta! Nota: 7,0

Pablo – Outro que lutou bastante também. Falta mais precisão. Nota: 7,0

Paulinho – Não brilhou no ataque mas segurou o Fágner. Nota: 6,5

 

Luan, Toró, Igor Gomes, Brenner e Bruno Alves Destaques para Toró e Brenner pela assistência e gol “Made In Cotia”.

 

Fernando Diniz – O nome do jogo e destes últimos jogos. A perigo desde a derrota para o Mirassol, foi corajoso, bateu de frente com a torcida, ganhou o elenco e mostrou um novo São Paulo para o torcedor. Um São Paulo que ainda não é realidade, mas pode ser bem promissor. Nota DEZ!

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Escalação 99% acertada!

O Globoesporte.com revelou a escalação do São Paulo para enfrentar o Corinthians neste domingo. O Tricolor irá a campo com Tiago Volpi, Igor Vinicius, Diego, Bruno Alves e Léo; Tchê Tchê, Hernanes, Gabriel Sara e Paulinho Boia; Luciano e Pablo.

 

Hernanes substituirá Dani Alves, recém operado no braço. Paulinho entrará no lugar de Vítor Bueno, lesionado e Bruno Alves fará dupla com Diego, deslocando Leo para o lugar do suspenso Reinaldo.

 

Gostei da escalação. A entrada de Bruno dá sustentação a zaga e Leo poderá atuar na sua posição de origem. O profeta foi bem no jogo contra o Athletico e sua manutenção tem fundamento por isso. Por fim, a entrada de Paulinho na esquerda pode manter Fágner na marcação pelo setor, impedindo tantas descidas no lado de Léo.

 

A escalação é 99% correta. Para ficar 100%, eu teria apostado na entrada de Luan no lugar de Gabriel Sara, adiantando Tchê Tchê para jogar com Hernanes pelo meio. Mas não vejo motivo para cornetagem. Se Sara cumprir o papel no meio, dá para fazer um bom jogo no Morumbi. Se não cumprir, ainda temos Luan e Igor Gomes para substituí-lo.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.

Diniz ou Thiago Nunes: qual dos dois estará condenado após do clássico?

São Paulo e Corinthians se enfrentarão neste domingo às onze horas no Morumbi com realidades muito semelhantes: ambos estão com os técnicos em busca de desesperada afirmação diante de seus torcedores.

 

Também vale dizer que os dois já comprem o famoso aviso prévio do futebol brasileiro por não encontrarem até então resultado em cima da suas filosofias de jogo. A afirmação faz tanto sentido que tanto Diniz como Nunes  abriram mão do que mais acreditam para correr atrás dos inevitáveis resultados. Thiago Nunes foi eliminado na pré-Libertadores e Fernando Diniz, além da eliminação vergonhosa diante do Mirassol nas quartas do Paulista, carrega os oito anos de seca Tricolor nas costas.

 

Todos sabemos que o Majestoso pesa bastante na opinião popular dos dois torcedores. O São Paulo é o clube que mais causou demissões de treinadores do Corinthians: quinze. Já o Corinthians é o time que mais provocou degolas de técnicos do São Paulo: cinco. O termômetro do torcedor ferve após uma derrota pois no consciente popular há necessidade imediata de ganhar do “vizinho” de cidade. Lembram do post “alívio imediato” de Diniz, publicado dias atrás? Pois é? Ganhar o Majestoso seria algo proporcional (no futebol, claro) a descoberta da cura do Covid para os dois técnicos.

 

Do lado do rival, se espelharmos a final do Paulista, a tendência será uma equipe pragmática, jogando para não perder. Será interessante ver o que o técnico tricolor fará com o São Paulo. Sem Dani Alves e Reinaldo, mas com Hernanes, Igor Gomes e Leo em boa fase, a dúvida é se teremos “Dinizismo ou Resultadismo” no Morumbi.

 

Para não ficar no muro, publicarei minha escalação e ideia de jogo: Thiago Volpi, Igor Vinícius, Diego Costa, Bruno Alves e Léo. Luan, Tchê Tchê e Igor Gomes. Boia, Luciano e Pablo. A razão é simples: Bruno e Diego podem se entrosar na conversa e fazer uma boa zaga, Léo é lateral de ofício, um meio povoado e combativo com Luan pode jogar Tchê Tchê e Igor Gomes para a grande área, Paulinho pode manter Fágner com cuidados defensivos e Luciano com Pablo cumprem os gols. Hernanes? Na segunda etapa como foi no último jogo.

 

Cenas dos próximos capítulos.

 

Para acessar outras notícias do Blog São Paulo Sempre clique aqui.

 

Saudações Tricolores!
Daniel Perrone | São Paulo Sempre!

Me siga no Twitter
Me siga no Facebook
Me siga no Instagram

Post aberto para comentários.